Biografia

Alípio Correia de Franca Neto nasceu em São Paulo, em 1966. É pós-doutor em Teoria da Tradução e Doutor em Teoria Literária e Literatura Comparada pela Universidade de São Paulo, atualmente sendo professor associado ao Poetry Center na University of Roehampton.  Em seu trabalho como poeta, tradutor, ensaísta e dramaturgo publicou mais de cem títulos.

Seu trabalho como poeta-tradutor lhe granjeou por três vezes o Prêmio Jabuti: o primeiro em 2002, pelo livro Pomas, um Tostão Cada, de James Joyce,  o segundo em 2007, por sua tradução poética e estudo de A Balada do Velho Marinheiro, de S. T. Coleridge, e o terceiro em 2014, por sua versão do Vênus e Adônis de Shakespeare. Traduziu extensamente autores como Robert Browning, Michael Hamburger, Gerard M. Hopkins, Philip Larkin e Tony Harrison,  tendo trabalhado sob a supervisão de Harrison em 3 livros, a ser publicados pela Ateliê Editorial. Em parceria com a poeta, crítica e professora Fiona Sampson, M.B.E., organizou e vem traduzindo uma antologia com 150 poetas britânicos contemporâneos, também a ser publicada pela Ateliê.

Como poeta, sua produção de mais de 35 anos resultou em seis livros, a ser lançados a partir do segundo semestre deste ano com o título geral de Como Desaparecer.

Seu trabalho foi reconhecido em textos de Ivo Barroso,  Alfredo Bosi, Antonio Callado, Tatiana Belinky, Boris Schneidermann, Nelson Ascher, Peter Burke, Paulo Henriques Britto, Moacyr Scliar, e o poeta e crítico alemão radicado na Inglaterra Michael Hamburger, que lhe concedeu um texto de apresentação para sua antologia com traduções do poeta inglês Philip Larkin e com um estudo sobre ele. Recentemente, concluiu a tradução de Eugênio Oneguen, de Alexander Puchkin, em parceria com o falecido Bóris Schneidermann e Elena Vássina.

Anúncios

3 Respostas para “Biografia

  1. Estela

    Parabéns pela tradução de “Uma visão ayurvedica da mente – a cura da consciência “. Trata-se de assunto complexo e cheio de sutilezas, habilmente colocadas em português.

  2. um dos acontecimentos mais incríveis nos últimos tempos de minha vida foi ter lido sua tradução de VENUS E ADONIS – obrigado!

  3. Haroldo Marques

    Alípio Solicito sua autorização para publicar poesias traduzidas por você em Nonada, revista da PUC Minas, distribuída gratuitamente aos estudantes
    prof Haroldo 31 99994 9091

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s